Como estará a área de compras em 5 anos?

FACILITIES E COMPRAS

Acompanhamos o impacto que as novas tecnologias tem causado no mercado, os segmentos recebem constantemente novidades, com formatos inovadores de trabalho, relatórios, e principalmente atualização do perfil profissional. É preciso adaptar-se as mudanças no mesmo ritmo em que elas chegam.

No meio de todas essas novidades, inovações e incertezas que nos esperam para os próximos anos, se faz necessário fazermos algumas perguntas, como:

  • Quais mudanças vão acontecer com o setor de compras nos próximos anos?
  • Em 5 anos como você imagina o que vive agora na sua empresa?

A certeza dessas respostas nós não temos, mas podemos afirmar que, tudo o que vivemos atualmente na área de compras estará mais próximo e familiarizado com a tecnologia, e para seguir nesse mercado o perfil dos profissionais precisam buscar atualização constante.

Seguindo essa abordagem, podemos citar uma profissão que está sendo o foco no momento, os Facilities, por que papel é tão importante para as empresas? Essa pessoa é responsável por todos os serviços prestados dentro da corporação, para os colaboradores, portanto, ela elabora um planejamento de controle onde não deixa faltar suprimentos e a sua distribuição em cada setor, garantindo que as operações da empresa sigam seu fluxo normal, exercendo um papel importante dentro do setor de compras. Já existem feiras em São Paulo focadas nesse público e na sua atuação corporativa, como a Expo Facilities.

“A especialização e a importância dos profissionais de compras tende a aumentar por conta da participação direta nos resultados das empresas, assumindo um papel de suporte estratégico nas tomadas de decisões, além de ser o responsável por buscar soluções e alternativas para problemas internos de abastecimento buscando melhorar os processos”. Conclui o diretor comercial do Gimba, Amauri Gennari.

Sendo assim, a nova regra vai ser simplificar os processos, e a tecnologia é a porta que vai trazer isso a realidade. O desafio será quebrar paradigmas dentro das empresas objetivando simplificação e produtividade. Podemos dizer que esse é um percurso natural e que o comprador que tiver mais preparado e focado em otimização dos processos de aquisição da cadeia de suprimentos sairá na frente.

Já as empresas de distribuição devem se atualizar com as novidades e processos das ferramentas e perfis dos colaboradores oferecendo uma tecnologia de gestão que esteja próxima da nova realidade, facilitando e otimizando os processos e a rotina ao máximo.

É possível dizer que será atribuída a essa função, além de comprador, o papel de estrategista, se tornando uma peça fundamental para as empresas. A sua visão precisará ser 360° olhando para compras, armazenagem e distribuição.

Manter-se atualizado a todos momento é a nossa realidade, a tendência é que essa percepção só aumente em relação a isso. A última pergunta que fica é: como você está se preparando para esse futuro?

Deixe uma resposta